• Aguas1.jpg
  • Aguas2.jpg
  • Aguas3.jpg
  • Aguas4.jpg
  • Aguas5.jpg
  • Aguas6.jpg
  • Aguas7.jpg
  • Aguas8.jpg

Resultados de la Tercera Convocatoria:
20 proyectos aprobados con una inversión de 21M€ en la frontera hispano-lusa

El Comité de Gestión del Programa Operativo de Cooperación Transfronteriza España-Portugal (POCTEP) 2007-2013 ha aprobado 20 proyectos de cooperación presentados en el marco de la Tercera Convocatoria del Programa. Su inversión total es de 21M€ con una dotación de ayuda FEDER de la Unión Europea de 15,7M€

Más información

Puebla licita en febrero las obras del Centro del Agua

El proyecto tiene que estar ejecutado el 30 de junio l Las iniciativas de Viaqua en Lubián y Hermisende, muy avanzadas

Mas información

VIAQUA

Caminos de Agua

A área abrangida pelo projecto são o âmbito básico das NUTs III de Zamora, Alto Trás-os-Montes e Douro e a NUT III adjacente de León.

Mais especificamente fazem parte do projecto os municípios de Puebla de Sanabria, Benavente, Lubián Hermisende e Rabanales, todos localizados na província de Zamora, os municípios de Gordoncillo e Cuadross, na província de León, e os municípios portugueses Vinhais , Vimioso e Lamego.

São territórios com necessidades e características socioculturais e econômicas semelhantes: grande despovoamento e envelhecimento da população, altos índices de desemprego, pouca representação de exemplos económicos dinâmicos, deficiências nas infraestruturas, etc. Além dessas necessidades comuns também se deve pôr em destaque o facto destas áreas serem ricas em património natural e cultural que naturalmente deve ser preservado, e ao mesmo tempo pode ser utilizado como eixo central de desenvolvimento sustentável que permita e melhore a vida nestes territórios, municípios, tornando-os mais dinâmicos social, cultural e economicamente.

A existência destas características comuns, permite uma maior cooperação transfronteiriça na preservação do património, tanto cultural como natural, que pode promover a melhora das áreas rurais transfronteiriças em termos de criação de emprego, a gestão sustentável dos recursos e a sua valorização.

São municípios e territórios de grande valor ambiental biodiversidade que possuem áreas protegidas (parques nacionais, reservas, a rede Natura 2000, ...). O uso destas áreas naturais, a sua promoção, preservação e conservação dos elementos culturais e do património, permite o desenvolvimento de territórios fronteiriços de forma conjunta. Exemplos de tipos de proteção em territórios de transfronteiriços são:

O parque natural de Montesinhos e a Serra da Nogueira, que formam parte da Rede Natura 2000 no Município de Vinhais.

As povoações de Robledo e Ungilde no Município de Puebla de Sanabria, onde se encontra a Serra da Culebra (LIC Es 4100033 com 61.305 h.), de grande valor paisagístico e natural. Para além desta serra podemos pôr em destaque o Parque do Lago de Sanabria e arredores (LIC ES 4100105 com 32.281,16 h. y ZEPA ES 4190009 com 30.154,67 h).

O município de Lubián também tem no seu território âmbitos que formam parte da Rede Natura 2000, como o Rio Requejo.
O Município de Benavente tem áreas que fazem parte da rede Natura 2000, como ao LIC  das ribeiras do Rio Órbigo e afluentes.
Existem no território numerosos rios com águas nao poluídas (rios Angueira, Tuela, Tera, Coura), todos pertencentes à Bacia do Douro.
A existência de águas termais em muitas partes desses territórios transfronteiriços, sendo recursos naturais cujo uso ancestral nessas áreas tem sido uma fonte de saúde e prosperidade, como exemplo, as águas termais da cidade Calabor na província de Zamora, e as da cidade de Vimioso.